Vettel - Alemão é o mais jovem campeão de Fórmula 1 da História, após atuação perfeita e corrida de cão de Alonso


O piloto mais veloz da temporada e a equipe com maior lisura foram premiadas neste domingo em Abu Dhabi: Sebastian Vettel e a Red Bull venceram a última prova da temporada e o alemão conquistou o título mundial da Fórmula 1.

O mais jovem campeão de todos os tempos dominou a corrida e contou com uma prova confusa para Fernando Alonso, que terminou em sétimo e viu o tricampeonato escapar pelos dedos. Com o resultado, Vettel chegou a 256 pontos, contra 252 do espanhol.

Em resumo: não adiantou a marmelada da Ferrari no GP da Alemanha, quando Felipe Massa teve de ceder a vitória a Fernando Alonso e não adiantaria a Red Bull ter feito um jogo de equipe no Brasil, quando esperava-se que Vettel abrisse para Mark Webber.

Lewis Hamilton e Jenson Button, da McLaren, completaram o pódio de Abu Dhabi, seguidos por Nico Rosberg, da Mercedes, Robert Kubica e Vitaly Petrov, da Renault, Alonso, Webber, Jaime Alguersuari, da Toro Rosso, e Massa.

Em relação aos demais brasileiros, Rubens Barrichello (Williams) foi o 12º, Lucas di Grassi (Virgin) acabou em 19º e Bruno Senna (Hispania) terminou em 20º.

A CORRIDA

Vettel largou bem da pole position, seguido por Hamilton. Alonso partiu mal e foi ultrapassado por Button, com Webber e Massa a segui-los. Ainda na primeira volta, Michael Schumacher rodou e foi atingido por Vitantonio Liuzzi, causando a entrada do safety car.

Alguns pilotos aproveitaram para fazer logo a parada obrigatória para a troca de pneus, entre eles Rosberg e Petrov, que se deram bem por causa disso no decorrer da prova.

Logo na altura da 15ª volta de um total de 55, Alonso, Webber e Massa fizeram seus pit stops e caíram para o fim do pelotão. Foi quando começou o drama de Alonso.

Ele e Webber até que se livraram logo de Alguersuari, mas ficaram presos atrás de Petrov, que tinha uma boa velocidade de reta e neutralizava os (poucos) ataques do espanhol.

Com isso, Alonso perdeu um tempo irremediável pois ele viu Rosberg, que estava logo à frente de Petrov, se distanciar, e Kubica, que retardou seu pit stop abrir vantagem suficiente para voltar na frente dele e do russo, já na parte final da prova.

Enquanto o piloto da Ferrari sofria, Vettel não tinha dificuldades para abrir de Hamilton e Button, este o último dos ponteiros a trocar os pneus.

Com as paradas de todos, Alonso estava em sétimo e tinha de passar Petrov, Kubica e Rosberg para ser campeão. Em desespero, o espanhol saiu várias vezes da trajetória ideal e morreu na praia.

Com autoridade, Vettel administrou a vantagem para os demais com muita segurança e conquistou um título merecidíssimo. Após cruzar a linha de chegada e receber a notícia de que Alonso era o sétimo, o alemão chorou copiosamente no carro.

Nada mais justo para um piloto que não se abateu com erros e problemas do carro durante o ano e teve por trás uma equipe que competiu com lisura durante toda a temporada.

Fonte: MSN
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

gbpsv.exe, remova esta desgraça de uma vez!

Provedor ADSL gratuito!

Mercado Revelado Grátis (Sem Senha)