Cala Boca Galvão

Um segundo para tuitar, um segundo para salvar uma vida

10 de junho, início da Copa do Mundo. O Brasil inteiro ligado em frente à televisão, todos com um só pensamento. O país todo unido por um desejo, por uma vontade exprimida através de uma frase: “CALA BOCA GALVÃO”. O Twitter não ficou de fora da manifestação contra o querido (e ao mesmo tempo odiado) narrador da Rede Globo.



O que começou como algo que já faz parte de uma tradição para os fãs do futebol no Brasil invadiu todo o mundo. O resultado foi o topo dos Trending Topics (tópicos mais mencionados) mundiais, gerando dúvida nos estrangeiros, que não entendiam a expressão incomum.
Em uma das maiores ações perpetuadas por trolls na história da internet, os brasileiros não perderam tempo e logo trataram de enganar os gringos. Uma rápida edição de vídeos, narração com tom profissional e uma causa supostamente nobre foram suficiente para que muitos acreditassem que Galvão era uma espécie de pássaro em extinção.
Para salvá-los, uma doação era feita para uma fundação de proteção da espécie toda vez que a frase “CALA BOCA GALVÃO” era transmitida. A campanha, extremamente popular, saiu até no respeitado The New York Times. Pena que não deu para ver a cara de desapontamento dos estrangeiros quando descobriram que tudo não passava de uma grande brincadeira.

E o Galvão Bueno usou seu direito de resposta concedido por ele mesmo dizendo estar firme na campanha pela vida do papagaio Galvão...

1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

gbpsv.exe, remova esta desgraça de uma vez!

Provedor ADSL gratuito!

Mercado Revelado Grátis (Sem Senha)